Use e abuse da cebola!

slide
  • Porções : 4 Porções
  • Tempo de confeção : 20 min.
Ver Vídeo
Misericórdia: Albufeira
Família: Nunes

Ervilhas à Algarvia

Ingredientes

  • 1 cebola média, picada
  • 2 dentes de alho, picados
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 400 g ervilhas
  • 1 ramo de coentros
  • 4 ovos
  • água q.b.
  • Opcional: 0,5g (cerca de um quarto de colher de café) de sal
  • Sugestão: Experimente acompanhar esta receita com arroz

Informação nutricional
(por porção):

Energia
202 kcal
(10 % DR*)
Proteína
15,2 g
(30 % DR)
Hidratos de carbono
11,8 g
(5 % DR)
Lípidos
10,4 g
(15 % DR)
Lípidos dos quais saturados
2,1 g
(11 % DR)
Sódio
178 mg
(9 % DR)
Fonte de tiamina, folato, fósforo, potássio, niacina, ferro, vitamina C, vitamina B6, vitamina A, zinco, vitamina D, vitamina E e riboflavina.
*DR – Dose de Referência     [+]

Modo de preparação

  • Refogue a cebola e o alho picado no azeite com um pouco de água, durante breves minutos.

  • Junte as ervilhas e leve à fervura.

  • Quando já estiver a ferver, adicione os ovos e junte os coentros picados, enquanto os ovos escalfam.

Curiosidade Nutricional

Use e abuse da cebola!

A adição de cebola aos estufados, sopas ou outros pratos pode ser uma estratégia para aumentar a transmissão de sabor e minimizar a adição de sal. No entanto, deve ser feita em quantidade suficiente, para potenciar o sabor no prato. Em termos nutricionais, destacam-se a sua baixa densidade energética e o facto de fornecer vitaminas (B1, B3, C e folatos) e minerais, como o potássio.

Saber Mais

Para além das ervas aromáticas, a adição de cebola e do alho aos estufados, sopas ou outros pratos pode ser uma estratégia para aumentar a transmissão de sabor e minimizar a adição de sal. No entanto, deve ser feita em quantidade suficiente, para potenciar o sabor no prato, sendo que se deve evitar a fritura da cebola e do alho, procedimento típico dos refogados tradicionais. Quando se evita a fritura do refogado, e de forma a obter o mesmo sabor, a baixas temperaturas, é pertinente “abusar” da cebola e alho, duplicando, por exemplo, as quantidades que estes ingredientes apresentam na receita original.

A cebola pode ser utilizada de várias formas, aspeto verificado pela sua presença constante numa diversidade de pratos e técnicas culinárias. A cebola pode ser utilizada como o único ingrediente ou como tempero, ser adicionada a saladas, ou até mesmo ser cozida ou assada.

Em termos nutricionais, destacam-se a sua baixa densidade energética e o facto de fornecer vitaminas (B1, B3, C e folatos) e minerais, como o potássio. No que concerne aos compostos fitoquímicos, é uma fonte do flavonoide quercetina e de compostos organossulfurados, nos quais se alicerça o potencial promotor de saúde da cebola.

  • Bibliografia:
  • - Carvalho P, Teixeira VH. 50 Super Alimentos Portugueses (mais 10!). 1ª ed. Lisboa: Matéria-Prima Edições; 2012.
  • - Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa. 2007.
  • - Lopes A, Teixeira D, Calhau C, Pestana D, Padrão P, Graça P. Ervas aromáticas – Uma estratégia para a redução do sal na alimentação dos Portugueses. Lisboa: Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, Direção-Geral da Saúde; 2014.
Logo